Mico-board: eco-design envolve o uso de materiais mais sustentáveis. Placa de resíduos agrícolas
+info

 

CONCEITO DE ECODESIGN


O ecodesign, conhecido também como design ecológico ou design para o meio ambiente, define-se, segundo a norma ISO 14006, “Sistemas de Gestión Ambiental. Directrices para la incorporación del ECODISEÑO”, como “a integração de aspetos ambientais no design e desenvolvimento do produto com o objetivo de reduzir os impactos ambientais adversos ao longo do ciclo de vida do produto”. O ecodesign não pretende, portanto, modificar o processo de design industrial dos produtos e/ou serviços, mas complementá-lo introduzindo o meio ambiente como mais um fator de peso para as tomadas de decisão durante o processo de desenvolvimento de produtos.

Um fator chave importante do ecodesign é o enfoque no Ciclo de Vida. Trata-se de considerar as interações de todas as etapas da vida do produto desde a extração de matérias primas, fabricação, distribuição e uso, até à fase de fim de vida. Para o desenvolvimento de um bom produto é imprescindível que desde o primeiro momento se contemplem as interações existentes entre todas as etapas da sua vida. Isto permite ter um maior conhecimento do próprio produto, conhecer onde estão os seus maiores impactos ambientais, visualizar as possíveis
transferências de cargas ambientais de uma etapa para outra e poder optar pela alternativa que reduza o impacto ambiental global.

A importância de incorporar a variável ambiental desde a fase do projeto é fundamental, pois estima-se que 80% dos impactos ambientais de todo o ciclo de vida dos produtos sejam determinados durante a fase de projeto.

O bom design e desenvolvimento de produtos/serviços na indústria é essencial para a própria
empresa e para a competitividade das empresas. Portanto, a integração do ecodesign como padrão de qualidade ambiental pode proporcionar vantagens competitivas substanciais para uma organização.